TUBEVISOR
AIDS - a Cura

A Cura.

TUBEVISOR|FILMES

Filme ajudou a desmistificar a AIDS e abriu precedentes nunca antes imaginados. Simbolizou a luta pela cura da doença que dizimou milhões de vida, que não poupou nem ricos e nem famosos. Como no filme, por mais força de vontade de viver, a morte quase sempre dita a palavra final.

A procura da cura da AIDS.

A cura da AIDS

Eles saíram a procura da Cura

Em 1995 Peter Horton recebeu a missão de dirigir um filme sobre a AIDS de uma maneira não agressiva. Utilizou então elementos de comédia para falar de um assunto tão delicado e polêmico. Desta forma com muito humor, mas sem perder a seriedade contou sobre o preconceito, homossexualidade, contaminação, tratamento, convivência e morte. É um dos filmes mais comoventes sobre o tema disponível no Youtube, A Cura (The Cure).

A história gira em torno da amizade de dois garotos, Erik (Brad Renfro) e Dexter (Joseph Mazello) que contraiu o HIV através de uma transfusão de sangue. Apesar do imenso carinho e amor de sua mãe (Annabella Sciorra), Dexter vive isolado em seu mundo, encurralado pelo preconceito. Por outro lado Erik, filho de pais separados, também tem os seus problemas. Ele vive com sua mãe Gail (Diana Scarwid) que é viciada em trabalho, egoísta e negligente em relação à criação do filho, enquanto o seu pai, agora casado com outra mulher, também não lhe dá atenção.

No início, os dois garotos brincavam separados por uma enorme cerca. Apesar da desconfiança e diferenças, Erik pulou literalmente o preconceito que os separava e iniciou uma grande amizade. Devido à indiferença de sua mãe, preferia estar com os vizinhos que no próprio lar e se adaptou rapidamente aos costumes e ritmo de vida de Dexter. Sem o conhecimento de sua mãe, devido à sua relação tensa com ela, mantinha a amizade em segredo. Almoçava e brincava com Dexter em sua casa e saiam pela cidade como verdadeiros irmãos.

A amizade derrotando preconceitos.

A Cura

A esperança de salvar uma vida

Preocupado com a vida de Dexter, pois sabia que o risco de morte de um aidético é constante, Erik começou a pesquisar uma maneira de curar a doença do amigo. Um dia ao ler um artigo em um tabloide sobre um médico na distante Nova Orleans, que afirmava ter encontrado a cura para a AIDS, decidem partir por conta própria navegando em uma canoa improvisada pelo Rio Mississippi, na esperança de encontrar o médico e salvar a vida de Dexter.

No caminho, os dois vivem uma grande aventura e ao chegar em Nova Orleans, para sua surpresa a Mãe de Dexter os esperava na rodoviária. De volta a sua cidade Stilwater em Minnesota, Dexter é hospitalizado. Infelizmente dias depois ele acaba falecendo. No funeral, Erik coloca um de seus sapatos no caixão e leva um de Dexter, que um dia tinham combinado que representaria a amizade, suas almas e a vontade de viver.

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *