MYNETFLIX – FILMES
Capitão Fantástico
Capitão Fantástico

Capitão Fantástico conta a história de um casal que resolve criar os filhos em um estilo meio hippie. Isolados da sociedade, eles educam seus filhos com liberdade, no entanto, obedecendo a rígidos critérios de organização. Além de noções de medicina, recebem profundos conhecimentos de filosofia, sociologia, direitos humanos e civis. Enfim, aprendem tudo que é necessário do conhecimento humano além de técnicas de sobrevivência na selva. Mas aquele aparente paraíso é perturbado por uma tragédia que os coloca em confronto com a sociedade e que os revela incapacitados de lidar.

Capitão Fantástico – uma família remanescente do movimento hippie

Capitão Fantástico é um filme contraditório e polêmico. Ele retrata uma família remanescente do movimento hippie, muito forte nos anos 60. Algumas características observadas validam esta afirmação. Preocupados com questões ambientais, adeptos a prática do nudismo e a ligação com aspecto de religião budista. Estavam em desacordo com os valores sociais tradicionais americanos como o patriarcalismo, o militarismo, as corporações industriais, a massificação, o capitalismo e o autoritarismo. Consideravam tudo como parte de uma instituição única e sem legitimidade.

A polêmica gerada é pelo fato que apesar de sustentar a bandeira da liberdade, batiam de frente com quem, por exemplo, queria exercer sua fé em outra religião, como o catolicismo, duramente criticado no filme. Outro ponto conflitante e como as próprias opções dos filhos eram excluídas, os cerceando das decisões sobre o rumo de suas próprias vidas. A liberdade só tinha uma face.

A importância do equilíbrio das ideologias.

O patriarca, o Capitão Fantástico, sempre falava a verdade para os seus filhos, mesmo assuntos delicados como a educação sexual. No entanto, contra toda ética ensinada, simulou um mal súbito, envolvendo os filhos em um furto em um supermercado. Em outra ocasião, junto com mesmos filhos, mesmo para cumprir a vontade da finada esposa, violou a sepultura e furtou o corpo da esposa para ser cremado.

O pai deveria lutar com as mesmas armas que a sociedade o ataca. A justiça dos homens, embora demorada e muitas vezes corrupta, devemos lhe dar créditos e pensar que conseguiria fazer as últimas vontades da esposa e criar os filhos da maneira que bem entender, sem infligir e cometer crimes, em que a determinada pela maioria, considera como válida.

Apesar dos desencontros, o filme nos leva a uma reflexão sobre o mundo consumista que vivemos, denunciando o sistema atual. A importância do equilíbrio entre as ideologias. Um filme sem vilões, apenas pessoas querendo ser felizes do seu jeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

//Se link vier do painel-filmes e houver conteúdo